13.7 C
Vila Viçosa
Domingo, Abril 21, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Encontrado ouro na zona de Portalegre

A W Resources, empresa de exploração de volfrâmio, ouro e cobre, sediada em Londres, anunciou que o seu primeiro furo, na zona de São Martinho, perto de Portalegre, confirmou a existência de ouro.

O primeiro dos nove furos prospecionados pela W Resources, no projeto aurífero de São Martinho, confirmou a existência de ouro.

A informação foi avançada esta semana pela ProactiveInvestor, citando a empresa britânica.

Dos nove furos prospecionados, já é conhecido o resultado do primeiro, “o SMD-04, que mostrou a existência de ouro para mineralização em seis níveis, com teor até 7,6 gramas por tonelada", revelou a W Resources, que explora minério em Portugal e Espanha.

 O Depósito de Ouro de São Martinho faz parte da zona licenciada à W Resources para prospeção de minério e que abrange a área de Crato-Assumar-Arronches (CAA)/Portalegre.

 Esta concessão foi atribuída à Iberian Resources Portugal a 23 de março de 2012, tendo, entretanto, passado para a W Resources quando esta adquiriu a Australian Iron Ore (casa-mãe da Iberian).

 Em setembro de 2013, a empresa britânica tinha já anunciado “excelentes resultados” nas mostras recolhidas do solo alentejano.

Agora, três anos depois, comprova que existe mesmo ouro naquela zona – isto depois de, em setembro passado, ter anunciado que as perfurações iam continuar.

 

O "chairman" da W Resources, Michael Masterman, descreveu esta descoberta como um "excelente arranque" do programa de prospeção. Em declarações à ProactiveInvestors, Masterman sublinhou que esta zona de perfuração tem "bons teores auríferos, em múltiplos níveis". 
Esta descoberta vem juntar-se a outras no país. No final de 2012, a canadiana Colt Resources tinha já também anunciado resultados positivos na prospeção de ouro em Montemor-o-Novo, mostrando-se otimista com o potencial da sua área de concessão.

A Colt Resources, recorde-se, assinou com o Governo português contratos de três anos para extrair ouro nas freguesias de Nossa Senhora da Boa-Fé (Évora) e Santiago do Escoural (Montemor-o-Novo), tendo em dezembro de 2012 revelado que estava muito satisfeita com os resultados finais da avaliação às suas recentes prospeções na jazida aurífera de Monfurado.

Esta jazida situa-se na zona concessionada para exploração de ouro em Montemor-o-Novo, nos termos da Licença Mineira Experimental (EML, na sigla em inglês) atribuída aos canadianos para esta região do Alentejo.

Um ano antes, a Colt tinha já sublinhado que a zona de Boa-Fé tinha imenso potencial e poderia vir a demonstrar ser uma descoberta de classe mundial.

Populares