35.4 C
Vila Viçosa
Quinta-feira, Julho 25, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Esta operação contou com 119 agentes da GNR e PSP e terminou com apreensões e 21 detidos” diz Tenente Diogo Gonçalves da GNR de Évora(c/som)

O Comando Territorial de Évora, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Évora, na madrugada do dia 26 de janeiro, desmantelou uma rede de tráfico de estupefacientes e deteve 21 pessoas, com idades compreendidas entre os 19 e os 35 anos, nos concelhos de Beja, Mértola, Portel e Viana do Alentejo.

No âmbito de uma investigação por tráfico de estupefacientes, que decorria desde dezembro de 2019, os militares da Guarda desenvolveram diversas diligências policiais que permitiram apurar que os suspeitos atuavam de forma organizada e hierarquizada, vendendo o produto estupefaciente a outros indivíduos que se dedicavam também ao tráfico, bem como a consumidores, provocando alarmismo e sentimento de insegurança perante a população. 

A Rádio Campanário falou com o Tenente Diogo Gonçalves da GNR de Évora que nos explicou ” que esta operação decorreu na última madrugada” acrescentando ainda que a operação envolveu ” 64 militares da GNR e 55 elementos da PSP, militares estes dos comandos territoriais de Évora, Beja e das estruturas de investigação criminal e dos destacamentos de intervenção.”

O Militar esclarece ainda que “no seguimento das diligências de investigação, foi dado cumprimento a 35  mandados de busca, 16 domiciliárias, uma em estabelecimento e 18 em veículos, culminando na detenção dos 18 suspeitos e com o desmantelamento de uma rede de tráfico de estupefacientes organizada, que operava em várias localidades do concelho de Beja, Évora e Lisboa.”

O Tenente Diogo Gonçalves adiantou ainda em declarações à Rádio Campanário que para além das 21 detenções efetuadas, foram feitas várias apreensões destacando “cerca de 46 kg de haxixe , duas armas de fogo, 1 colete balístico , 1 botija de gás de óxido nitroso, quantias monetárias relacionadas com o tráfico de estupefacientes , outros objetos e aind anove viaturas, que eram utilizadas no tráfico ou que foram adquiridas com os benefícios resultantes dessa atividade ilícita.”

Os 21 detidos, conforme nos adiantou, “encontram-se em cela, e vão ser presentes amanhã a tribunal judicial para aplicação de medidas de coação” acrescentando ainda que seis destes detidos “t~em antecedentes criminais por ilícitos da mesma natureza.”

Este tipo de ação por parte das forças de segurança visa, não só combater o tráfico de estupefacientes, mas também reforçar o sentimento de segurança nos concelhos visados.

 

Populares