11.5 C
Vila Viçosa
Sábado, Junho 15, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Évora: Festival Internacional de Dança Contemporânea regressa em Setembro

Entre 16 de Setembro e 02 de Outubro, a cidade de Évora acolhe a edição de 20.21 do FIDANC – Festival Internacional de Dança Contemporânea, uma iniciativa da CDCE – Companhia de Dança Contemporânea de Évora. O FIDANC é um evento anual que desde 1998 apresenta a dança contemporânea na cidade de Évora, impulsionando a dinâmica cultural urbana.

Segundo o comunicado de imprensa enviado à nossa redação, a edição de 20.21 apresenta em vários locais da cidade de Évora e também online um cartaz preenchido por obras de criadores emergentes e criadores com percurso, cujas áreas de trabalho têm como foco as dimensões do corpo, do movimento, da dança contemporânea e da linguagem coreográfica, no cruzamento com outras áreas artísticas e de pensamento.

Inspirado na diversidade das linguagens da dança contemporânea e nas tendências das artes performativas, o FIDANC contribui para a reflexão sobre práticas artísticas na sua relação com as questões da sociedade contemporânea, contribuindo para o estabelecimento de uma plataforma artística, na cidade de Évora, aberta à fruição de práticas artísticas na arte contemporânea.

Entre 16 de Setembro e 02 de Outubro, espectáculos de dança, performances, vídeos dança, workshops, apresentados ao ar livre, no teatro Garcia de Resende e na Black Box, têm o objetivo de, através da dança contemporânea, devolver alguma normalidade à vida.

O festival abre a 16 de Setembro com a criação de Graça Ochoa, “Sopa de Jerimu”, direccionada para a infância e contexto familiar.

Dias 17 e 18, o Teatro Garcia de Resende acolhe a nova proposta do criador emergente Flávio Rodrigues, “Encómio | Aos ossos, à bravura e ao sono dos cetáceos”.

No dia 18, na Praça de Giraldo, o criador emergente Gonçalo Almeida Andrade apresenta em várias sessões, ao longo do dia, a sua mais recente criação, “When the Fear becomes a virtue”. Pelas 21:00, sobe ao palco principal do Teatro Garcia de Resende a criação de Nélia Pinheiro, “Chico”, um espectáculo homenagem ao percurso de Chico Buarque, com a participação especial do Nuno Bastos Trio, que interpreta a música ao vivo.

No dia 25, a Black Box acolhe a estreia da nova criação de Amélia Bentes, “Vasto”, um projecto em co-produção com a CDCE.

A última semana de programação é marcada pela apresentação do projecto artístico de Costanza Givone, “Exposição”, no dia 1 de Outubro, na Black Box, e o FIDANC encerra no dia 2 de Outubro com a nova criação de Dinis Machado, “Yellow Puzzle Horse”.

 

Foram criados conteúdos nas plataformas online, ofertas direccionadas à infância e família, para serem vistas em casa ou na escola. Ao mesmo tempo, conversamos à distância com os alunos sobre os espectáculos. Seram ainda desenvolvidas, sessões de vídeos dança de criadores portugueses, em canal livre.

No campo da oferta formativa, oferecemos a número limitado de participantes 3 workshops de dança contemporânea, no espaço da Black Box. Como actividades paralelas, após a apresentação dos espectáculos, são desenvolvidos encontros e conversas entre artistas e público.

O FIDANC é organizado e programado pela CDCE – Companhia de Dança Contemporânea de Évora. A CDCE é uma estrutura financiada pela República Portuguesa – Cultura | Direcção Geral das Artes. A CDCE tem o apoio da Câmara Municipal de Évora.

 

 

 

 

 

 

 

Populares