23.7 C
Vila Viçosa
Sexta-feira, Abril 19, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Feira da Luz recebeu visita de Ministro da Agricultura, em Montemor-o-Novo, “a capital da Pecuária Extensiva” (c/som e fotos)

(por: Augusta Serrano) Entre os dias 30 de agosto e 4 de setembro, decorre em Montemor-o-Novo, o certame Feira da Luz/ Expomor 2017, visando a promoção das atividades económicas, culturais, desportivas e socioeducativas, do concelho e da região, contando com vários espetáculos de animação musical.

Sexta-feira, dia 1 de setembro, Luís Capoulas Santos, Ministro da Agricultura, das Florestas e dos Desenvolvimento Rural, esteve presente neste certame, “centrado sobretudo na pecuária extensiva”, onde prestou declarações à Rádio Campanário.

Capoulas Santos afirma que Montemor-o-Novo se tornou, “por razões naturais e por razões históricas, naquilo que poderíamos designar, a Capital da Pecuária Extensiva”, concentrando um grande número de produtores e de produção do setor.

O Ministro da Agricultura afirma que a abertura, no passado ano, da exportação para o mercado do Médio Oriente e do Norte de África, tem proporcionado à atividade pecuária atravessar “um bom momento”. A seca, contudo, tem prejudicado o setor, ao nível do abeberamento e da alimentação animal.

Na visita à Feira da Luz/Expomor, também Hortênsia Menino, Presidente da Câmara Municipal de Montemor-o-Novo, falou à Rádio Campanário sobre este certame, que resulta de “uma parceria entre a Câmara Municipal de Montemor e a APORMOR” (Associação de Produtores de Bovinos, Ovinos e Caprinos da Região de Montemor-o-Novo).

A autarca afirma que o evento “já tem uma dimensão que ultrapassa o concelho”, tendo vindo a consolidar-se “com uma presença ibérica, do ponto de vista da produção e até do relacionamento institucional”. Desta forma, o certame conta com a presença de produtores de ovinos e de representantes institucionais de Espanha, nomeadamente de Zafra, aponta a autarca.

A feira visa “mostrar aquilo que é a diversidade do nosso concelho”, nomeadamente nos setores da agricultura e da produção pecuária, contando também com animação, espetáculos musicais, a feira tradicional e uma exposição temática central, focando-se este ano na água como tema central, “numa perspetiva informativa de conteúdos daquilo que têm sido os principais investimentos municipais”, visando também “fomentar uma dimensão pedagógica e de apelo à boa utilização dos consumos de água”.

Eduardo Oliveira e Sousa, presidente CAP – Confederação dos Agricultores de Portugal, em declarações à Rádio Campanário, realça a importância de o certame demonstrar “que os produtores de pecuária extensiva estão cada vez mais organizados” e com melhor qualidade de produção, “evidenciada através do regime dos leilões”.

“As instalações e o dinamismo destas organizações”, diz, “evidencia um momento bom da pecuária extensiva”.

Contudo, o presidente da CAP afirma que a seca registada no território nacional tem vindo a prejudicar a produção e os produtores que, têm prejuízos ao terem que recorrer a medidas atípicas para assegurarem a alimentação dos animais.

O certame demonstra, na sua opinião, “que as pessoas conseguem, através da força, da organização e da união entre as diferentes organizações, continuarem o seu caminho”, chamando inclusivamente, “as entidades governativas, a verem no local, aquilo que significa o andar para frente, nesta matéria”.

 

{gallery}montemor_expomor{/gallery}

Populares