12.4 C
Vila Viçosa
Sexta-feira, Maio 24, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Festival de Cante Alentejano em São Miguel de Machede. “O importante é a alegria de podermos partilhar a renovação (…) e contribuir para melhorar e garantir a vitalidade da herança que recebemos”, declara João Canha (c/som)

O Grupo de Cantadeiras de São Miguel de Machede e o Grupo de Cantadores “Os Marchantes”, em colaboração com a Comissão de Festas, organizam um festival de originais de Cante Alentejano, em torno dos temas associados ao “Dia da Espiga”.

O Festival terá lugar em São Miguel de Machede, (Évora), no dia 7 de maio, na tarde do sábado seguinte à Quinta Feira de Ascensão.

Em entrevista à Rádio Campanário, João Canha, um dos responsáveis pela organização do evento, conta que a ideia surgiu “com o intuito de fazer chegar mais longe a dinâmica da atividade cultural que acontece” em São Miguel de Machede, “até porque temos um largo grupo de gente que já fez formação e está em formação ao nível dos conservatórios regionais, ao nível das orquestras nacionais e regionais e também ao nível da formação superior (…) e era importante que se fizesse alguma abordagem àquilo que é a organização de eventos musicais e foi por isso que surgiu a iniciativa”.

João Canha destaca que o 1º Festival de Cante Alentejano “é o primeiro festival de originais à volta do tema do Dia da Espiga”.

Questionado sobre quem pode participar no evento, refere que está aberto a nível nacional, “porque há grupos de Cante Alentejano por todo o país, é um fenómeno muitíssimo interessante da saudade dos alentejanos que deixam o seu Alentejo e que se conseguem encontrar com outros alentejanos noutras zonas do país, e no resto do mundo, as comunidades portuguesas (…) quando se encontram, cantam ao modo alentejano (…) existem grupos de Cante Alentejano um pouco por todo o lado (…) o importante é esta alegria de podermos partilhar a renovação do Cante Alentejano e podermos contribuir um pouco para melhorar e garantir a vitalidade desta herança que recebemos”.

O responsável pela organização do “Ponto Alto”, 1º Festival do Cante Alentejano, declara que a recetividade tem sido “muito positiva, tivemos muitas reações no imediato, assim que colocamos online o convite (…) e assim que o fizemos chegar a todos os grupos (…) começamos de imediato a ter reações”.       

No entanto “ainda não se materializaram em inscrição propriamente dita porque implica uma ficha com os dados do grupo e da canção, do compositor e do seu autor, (…) um DVD com a música cantada e o grupo para que o júri, numa fase de pré-seleção possa identificar a dimensão do grupo, a qualidade com que canta, a forma como se apresenta, (…) neste momento estamos a fazer um esforço para garantir que haja concorrentes e gente a apresentar-se a concurso”.   

As inscrições encontram-se abertas a todos os grupos ligados ao Cante Alentejano, até ao dia 14 de abril, com a apresentação de um vídeo e dos dados do grupo concorrente.

As músicas deverão ser originais do grupo, cumprindo apenas o preceito de nunca terem sido editadas e publicadas nos circuitos comerciais.

Nesta primeira edição o festival será para temas exclusivamente vocais, isto é sem acompanhamento instrumental.

O Festival contará com a apresentação do alentejano José Carlos Malato e o júri constituído por 5 personalidades artísticas associadas ao Cante Alentejano e à sua divulgação.

Populares