23.2 C
Vila Viçosa
Domingo, Julho 21, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Investigadora Montemorense selecionada para o MuseumLab 2023, Plataforma Alemã!

Elisabete Pereira, natural de Montemor-o-Novo, investigadora do Instituto de História Contemporânea (IHC), da Universidade de Évora (UÉ), foi selecionadas, entre 288 candidaturas, para participar no MuseumLab 2023, uma plataforma promovida pelo Estado alemão para intercâmbio cultural sobre o futuro dos museus em África e na Europa.

“Trata-se de um dos projetos mais interessantes neste momento ao nível do estudo de museus com coleções não europeias” revela Elisabete Pereira, que participará enquanto coordenadora do projeto de investigação TRANSMAT – Transnational materialities (1850-1930): reconstituting collections and connecting histories, que “propõe assim produzir conhecimentos sobre a história de coleçcões: os seus complexos processos de construção, conhecer os intervenientes e os seus contextos de interferência com o percurso das colecções, identificar os vários níveis de práticas culturais e científicas, entender os objectos, os seus itinerários e os seus múltiplos significados ao longo do tempo e nos vários espaços por onde circularam. A partir de cruzamento de diversas fontes históricas, este projecto irá revelar as conexões entre histórias locais e nacionais com contextos transnacionais” realça.

TheMuseumsLab é um programa financiado pelo Deutscher Akademischer Austauschdienst (German Academic Exchange Service), a maior organização para o intercâmbio de investigadores a nível mundial. O MuseumLab foi desenvolvido para apoiar o intercâmbio profissional entre curadores, investigadores e executivos, trabalhando em museus, galerias e sítios patrimoniais em países africanos e europeus, permitindo partilhar conhecimentos, competências e melhores práticas, apoiando o desenvolvimento profissional e individual. Esta plataforma dedica-se a proporcionar uma experiência segura e acolhedora aos seus participantes, valorizando e promovendo a diversidade, inclusão e a justiça.

Em 2023, foram selecionados 50 investigadores das 288 candidaturas recebidas. Entre maio e setembro de 2023, os 25 participantes europeus e os 25 participantes africanos irão partilhar experiências e competências num intensivo programa de residências que decorrerão em diversos museus na Europa e em África, envolvendo mais de 100 investigadores especializados em arte, cultura e ciência de várias instituições mundiais.

O TRANSMAR (PTDC/FER-HFC/2793/2020), é um projeto financiado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT) que envolve uma vasta equipa de investigadores, bolseiros e consultores.

Fonte/Foto: Universidade de Évora

Populares