12.6 C
Vila Viçosa
Segunda-feira, Abril 15, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Mais de 600 jovens tentam a sua sorte para cumprirem o sonho de serem “Astronautas por um Dia” em Beja

Terminou a primeira fase da terceira edição da iniciativa “Astronauta por um dia”, uma iniciativa pioneira a nível mundial.

As inscrições terminaram esta quarta-feira e de acordo com a Agência Espacial Portuguesa, foram recebidas 634 candidaturas, um novo recorde da competição. Estudantes de todo o território nacional inscreveram-se, cumprindo o objetivo da organização de ter uma total representatividade geográfica.

Dos jovens entre os 14 e os 18 anos que se inscreveram na primeira fase do concurso, 52% são do sexo masculino e 48% do sexo feminino.

O volume de candidaturas recebido “superou todas as expectativas”, pois face a 2023 foram recebidas mais 14,31% de candidaturas. Este número sobe para 37,17% quando comparado com a edição de estreia, no ano de 2022.

A iniciativa chegou a todo o país, com todos os distritos e regiões autónomas representados nesta primeira fase, um indicador de que “o espaço é mesmo para todos”, tal como refere a Agência Espacial Portuguesa.

À semelhança das edições anteriores, o distrito de Lisboa continua a ser o mais representado, seguindo-se o Porto e Santarém.

Ao nível dos anos de escolaridade, destaque para os alunos inscritos no 10.º e 11.º representando cerca de dois terços da totalidade de inscrições.

As candidaturas recebidas serão agora avaliadas, com o objetivo de selecionar 250 candidatos para a segunda fase, na qual serão postas à prova as suas capacidades de Memória, Velocidade e Raciocínio Espacial.

Seguem-se, depois, as provas físicas e, por fim, uma entrevista que ditará o nome dos 30 finalistas que irão a bordo do voo parabólico a 29 de Setembro, a partir da Base Aérea N.º 11, em Beja.

A terceira edição do Astronauta por um Dia conta com a colaboração da Força Aérea Portuguesa, da Câmara Municipal de Beja, da Ciência Viva, da Faculdade de Motricidade Humana da Universidade de Lisboa e da Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto.

Populares