32.6 C
Vila Viçosa
Quarta-feira, Julho 24, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Novo Alentejo à mesa: oito restaurantes para descobrir sem pressas

Clássicos, modernos ou arrojados, há opções para todos os gostos na imensidão alentejana. Sempre cheios de sabor, criatividade ou tradição, como conta o guia “Boa Cama Boa Mesa”.

O Alentejo sempre foi uma das vais ricas regiões gastronómicas do país. Por entre as vinhas e os prados, às vezes em pequenas localidades ou em herdades de grandes dimensões, surgem, à mesa, verdadeiras surpresas. Seja pela forma como abordam o receituário clássico, seja pela inovação que levam à mesa, sempre com produtos locais. Siga este roteiro do Boa Cama Boa Mesa e conheça estes oito restaurantes obrigatórios na região do Alentejo.

Palma By Miguel Laffan
Miguel Laffan regressa ao Alentejo para dar nome e assumir a liderança do restaurante do Torre de Palma Wine Hotel. Privilegiam-se os produtos e produtores locais, bem como a ideia de partilha à mesa. Na ementa, encontra escabeche de pimentos assados, croquete de borrego merino assado, empada de pato assado no forno a lenha ou, nos pratos principais, polvo assado em vinho tinto e seu arroz malandrinho, lombo de borrego merino, estufado de ervilhas com chouriças e hortelã e puré de batata-doce de Aljezur. Com novos detalhes no serviço, o restaurante mantém a decoração elegante. Preço médio €45.
Herdade Torre de Palma, Vaiamonte. Tel. 245 038 890

 

Restaurante Herdade do Esporão
O caminho do restaurante é o da valorização dos produtores locais: 80% dos legumes provêm da propriedade. O chef Carlos Teixeira, do Restaurante Herdade do Esporão, criou dois menus degustação, de cinco e sete momentos marcados pela sazonalidade, nos quais propõe desde as ostras do Sado ao peixe de rio, lucioperca maturado, mas também o cachorrinho de lagostim ou o pato maturado com arroz de forno. Escolha a harmonização feita com os vinhos da Herdade. Preço médio €30.
Reguengos de Monsaraz. Tel. 266 509 280

 

Restaurante da Herdade da Malhadinha Nova
No âmbito da ampliação e renovação dos vários espaços da herdade, o restaurante da Herdade da Malhadinha Nova ganhou nova decoração e a companhia de uma taberna e loja. O conceito mantém-se ligado à terra, com produtos de produção própria, entre hortícolas e carnes, complementados pelos vinhos e azeites da herdade. Liderada pelo chef Joachim Koerper, pode provar uma verdadeira constelação de sabores de inspiração alentejana, com variações contemporâneas, sem esquecer as opções regionais. Preço médio €45. / Albernoa. Tel. 284 965 211

 

Narcissus Fernandesii
Uma refeição preparada pelo chef Pedro Mendes é uma demonstração de perícia e domínio das técnicas de cozinha. O menu degustação Vila do restaurante Narcissus Fernandesii é servido com o pão cortado à frente do cliente para se ouvir o estaladiço da côdea, assim como a sobremesa, em forma de maçã Bravo de Esmolfe, com exterior de chocolate. Defensor da bolota, tem apontamentos do fruto em vários pratos como os pezinhos de coentrada e bolota e a sobremesa bolota, chocolate e gengibre. Preço médio €55.
Alentejo Màrmoris Hotel & Spa, Largo Gago Coutinho, 5, Vila Viçosa. Tel. 268 887 010

 

Gadanha – Mercearia & Restaurante
A chef Michelle Marques cria pratos consoante os produtos da estação, mas o mil-folhas de bacalhau, os croquetes de borrego, a terrina de pezinhos de coentrada ou a farinheira com ovinhos e esparregado não saem da ementa. Nas sobremesas, no Gadanha – Mercearia & Restaurante também há incontornáveis como as farófias crocantes, o chocolate e avelã, com versões para o verão e para o inverno. A garrafeira tem vinhos de Estremoz, com referências das 20 adegas da região. Preço médio €35.
Largo Dragões de Olivença, 82, Estremoz. Tel. 268 333 262

 

The Folly
O restaurante é todo um acontecimento, com peças de arte, bar com balcão generoso e vista para a garrafeira. O chef Hugo Bernardo, do restaurante The Folly aposta nos sabores regionais interpretados e apresentados de forma sofisticada como é o caso do Gaspacho 2.0 ou do Bacalhau Elvas 1947!, com folha e gema de ovo. Experimente o hambúrguer de borrego, um sucesso. A adega, instalada no mesmo edifício, fornece os vinhos perfeitos para harmonizar com as experiências gastronómicas. Preço médio €35.
Rua General Norton de Matos, Estremoz. Tel. 268 332 172

 

Híbrido
O nome Híbrido deve-se, no fundo, a esta ideia de “fusão entre a cozinha ancestral e a cozinha moderna”. Assumem-se como um restaurante de cozinha de autor e “experimentalista” em que as cartas gastronómica e de vinhos sofrem alterações com muito frequência. Percebe-se, portanto, que a lista de pratos não seja extensa, comportando em média sete propostas, traduzindo naturalmente a sazonalidade dos produtos. Recorrem a fornecedores locais e procuram o que é 100% português. No restaurante Híbrido advocam a “luta contra os alimentos processados” e gostariam de “influenciar as pessoas para uma alimentação mais equilibrada”. Apostam usualmente nas propostas para partilhar, sugerindo o Torricado de lagostim do rio e alho torrado, o Lúcioperca, nabo e nabiça e a Língua de Vaca, cenoura e couve. Para o final há duas propostas, nomeadamente o Kefir de Cabra e o Chocolate (70%), mel, marmelo e limão. Preço médio €25.
Rua Serpa Pinto, 34, Évora. Tel. 961431319

 

Páteo Real
Restaurante histórico de Alter, ganhou nova vida com a chegada do chef Filipe Ramalho, que deu boas provas em Torre de Palma. Fez obras de renovação profundas, mas manteve elementos originais, como candeeiros, painéis de azulejos e chão. À mesa apresentam-se pratos tradicionais alentejanos, com toque contemporâneo e de autor. Dos dois fornos a lenha do restaurante Páteo Real espere pernas de borrego sempre prontas a sair. O renovado restaurante tem esplanada e zona lounge exterior para fumadores. Preço médio €25.
Avenida Dr. João Pestana, 35, Alter do Chão. Tel. 960 155 363

 

In https://boacamaboamesa.expresso.pt/

Populares