7 C
Vila Viçosa
Terça-feira, Abril 23, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

“O ano de 2023 foi o melhor ano de sempre para o turismo do Alentejo com o mercado nacional a crescer” diz Pres. Da ERT Alentejo(c/som)

O setor do Turismo no Alentejo, fator determinante para a economia da região, tem apresentado ao longo de todo o ano uma tendência de crescimento, quer ao nível das dormidas, quer ao nível dos proveito.

Apesar dos números finais ainda não serem conhecidos, é já possível dizer que 2023, para o turismo no Alentejo, foi “o melhor ano de sempre”.

A certeza é dada por José Manuel Santos, Presidente da Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo, em declarações à Rádio Campanário,

O responsável começo por nos referir “que isto se verifica quer em dormidas, onde até 30 de outubro o Alentejo já tinha atingido o score de dormidas de todo o ano de 2022, cerca de 3 milhões de dormidas, também no número de hóspedes, com registo de mais de 1,6 milhões, número registado em 2022 e nos proveitos globais, há um novo recorde, ultrapassando os 250 milhões de receitas.”

José Manuel Santos destacou ainda que a Região Alentejo lidera o número de “dormidas de portugueses” encontrando-se “o Alentejo em contra-ciclo, uma vez que se verificou em todo o país uma diminuição de dormidas de portugueses na hotelaria e a região Alentejo, nesta área, está a crescer.”

Para o Presidente da ERT o Alentejo “está a ganhar cota de mercado” . Já no que diz respeito ao número de hóspedes estrangeiros, em 2023 o número será “superior ao verificado em 2019.”

No que diz respeito aos indicadores mais económicos, apesar de só poderem ser quantificados no próximo ano, perspetivam-se muito “positivos”.

No que diz respeito ás prioridades para o ano de 2024, José Manuel Santos , Presidente da Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo, destaca a “consolidação da procura externo no sentido de garantir que esta procura regresse a um patamar de proporção já tingido anteriormente”.

Já no mercado nacional, o grande mercado do turismo do Alentejo(vale cerca de 2/3), a aposta da ERT passa pela “promoção e dinamização da região junto dos portugueses.”

Populares