12 C
Vila Viçosa
Domingo, Fevereiro 25, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

“ O Barro está Vivo” em Redondo: “Quem gosta desta arte não tem dificuldades, a vontade vence tudo” diz Mestre Francisco Rosado(c/som)

Foi esta tarde inaugurada, no Museu do Barro em Redondo, a Exposição “O Barro está vivo”, uma exposição composta por peças feitas e trabalhadas pelos formandos de um curso de olaria que decorreu nesta Vila Alentejana.

Francisco Rosado, mais conhecido por Xico Tarefa, artesão e mestre oleiro redondense foi o formador deste curso.

A Rádio Campanário falou com o mestre que nos contou quais as maiores dificuldades desta formação e qual o sentimento de chegar ao fim e ter estes trabalhos para poder mostrar.

Francisco rosado começou por nos referir “ nunca se tem dificuldade quando os formandos são bons” explicando que se trata de uma arte com “um grau de dificuldade muito elevada.”

No entender do Formador, para trabalhar o barro “são necessárias muitas horas e muito gosto por aquilo que se está a aprender”. Nesta formação de 75 horas foi praticada a iniciação à roda e à zona de trabalho , o espírito criado entre o grupo, tudo isto conta “para o sucesso da aprendizagem.”

Os trabalhos agora expostos, face ao número de horas disponibilizado para a realização dos trabalhos, diz Francisco Rosado “vem provar que estes formandos têm mais do que condições para continuar a desenvolver esta arte”.

O mestre oleiro destaca que as peças agora em exposição “foram todas feitas pelos formandos” garantindo que os “aprendizes” deram asas à sua imaginação classificando o trabalho apresentado como “muito satisfatório”.

“Quem gosta daquilo que vai aprender e da arte não tem dificuldades, estes formandos têm condições para continuar” concluiu o Mestre Xico Tarefa.

Populares