5.9 C
Vila Viçosa
Quinta-feira, Fevereiro 29, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Os caminhos e a história do Alentejano Salgueiro Maia, o “herói do Povo” , em Paris

Salgueiro Maia, Capião de Abril, Alentejano de Castelo de Vide, é uma das figuras históricas associadas à história da democracia do nosso País.

Por muitos apelidado como “herói do Povo Português”, Salgueiro Maia é uma figura incontornável do 25 de Abril de 1974 que continua a não ser esquecida nos dias de hoje.

A sua história, dotada uma riqueza única e identitária do nosso País, continua a ser destaque em Portugal mas também além fronteiras.

No âmbito das Comemorações do Cinquentenário de Abril , o Município de Castelo de Vide, terra de onde era natural Salgueiro Maia e onde existe atualmente uma Casa museu em sua homenagem, prepara um programa de atividades especial para assinalar os 50 anos da Revolução dos Cravos onde Salgueiro Maia teve um papel preponderante.

Conferências, lançamento de um livro, exposições coletivas, palestras e debates irão acontecer em Lisboa, Santarém, Arraiolos, Lodz, Bolonha e Paris, mas estas comemorações vai além do nosso País.

No dia 11 de abril, Salgueiro Maia será apresentado na Casa de Portugal, na Cité Universitaire de Paris, através de várias conferências coordenadas por Ana Paixão e com a inauguração da exposição coletiva “Os caminhos de Salgueiro Maia“, e, ainda, com uma palestra do professor Fernando António Batista Pereira, museólogo responsável pela concepção da Casa de Cidadania.

Salgueiro Maia estará para sempre eternizado como a cara da revolução e este tipo de iniciativa pretende levar a história do nosso País, neste caso, a França dando a conhecer os caminhos percorridos por este Capitão de Abril.

Recorde-se que as Comemorações dos 50 anos do 25 de Abril , a ser preparadas um pouco por todo o País, desenvolvem-se em torno de dois eixos estruturantes – Memória e Futuro – e constituem uma experiência comemorativa de âmbito nacional assente nos princípios e valores subjacentes ao Programa do Movimento das Forças Armadas, que pôs fim à ditadura: paz, liberdade, democracia e progresso.

Populares