6.5 C
Vila Viçosa
Quarta-feira, Fevereiro 28, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Pena suspensa para Piloto do helicóptero envolvido em acidente durante incêndio em Mourão

O Piloto de helicóptero envolvido no acidente que ocorreu durante um incêndio rural que teve leguar em Mourão, em 2018, foi condenado pelo tribumnal de Évora a 3 anos de prisão, em pena suspensa.

A leitura da sentença ocorreu esta manhã, de acordo com a informação avançada pela Agência Lusa.

O Piloto estava acusado de três crimes de ofensas à integridade física grave por negligência e o tribunal deu os factos como provados.

Recorde-se que os factos remontam a 27 de agosto de 2018, dia em que deflagrou um incêndio no monte do canhão, em Mourão.

O  incêndio consuminiu uma área de cerca de 65 hectares de pasto e mato e de acordo com a acusação deduzida pelo MP, o piloto, que conduzia o helicóptero, aterrou a aeronave próximo da cabeça do incêndio, por sua decisão, e informou os cinco militares da GNR que podiam abandonar o helicóptero.

Após a aterragem e a saída dos militares da GNR do helicóptero,ocorreu uma mudança da orientação do vento e o fogo passou a dirigir-se na direção da aeronave , situação que o piloto não acautelou e não deu ordem aos milares da GNR que tinham acabado de sair da aeronave de que deviam regressar à mesma.

Três deles acabaram por ser atingidos pelas chamas.

Foto: RTP

Populares