37.6 C
Vila Viçosa
Quinta-feira, Julho 18, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Preços dos restaurantes e hotéis em Lisboa custam mais do dobro do Alentejo!

Comer fora ou ficar em hoteis é algo que neste momento sai mais caro aos portugueses.

De acordo co  a informação avançada pelo Observador, os preços aumentara, em alguns locais até duplicaram, mas este aumento não acontece à mesma velocidade em todo o país.

Em termos médios , adianta a mesma fonte, os preços na hotelaria e na restauração ficaram 9,93% mais caros o que significa que uma refeição ou uma pernoitapode ter ficado mais cara cerca de dois euros.

No erntanto esta subida de preços é menor nas regiões do Alentejo e Algarve.

Em abril, a inflação calculada pelo INE atingiu os 7,2%, o valor mais alto em 29 anos, depois de já ter avançado 5,3% em março. A guerra na Ucrânia tem um papel nesta escalada, exacerbando o aumento dos custos da energia, das matérias-primas e dos alimentos, mas os preços já estavam a aumentar desde o ano passado também por via da pandemia, promotora de disrupções nas cadeias de abastecimento.

Em Abril, a taxa de inflação subiu com maior intensidade  no Norte – 7,56%, acima da área metropolitana de Lisboa (7,23%), do Centro (7,15%), do Algarve (7,06%), do Alentejo (6,67%) e da região autónoma da Madeira (6,14%). 

No caso da restauração e da hotelaria,, as difeenças de preços entre as várias regiões do país é mais notória pois podem dupolicar como é o caso de   Lisboa e Vale do Tejo em comparação com o  Alentejo ou o Algarve.

Nos produtos alimentares e bebidas não alcoólicas”, o Alentejo tema  taxa de inflação de  8,74% , sendo das mais baixas.

Leia a notícia completa em Observador

 

 

 

Populares