33.7 C
Vila Viçosa
Sexta-feira, Julho 12, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

“Queremos que a História de Montemor seja celebrada” – Diz Olímpio Galvão no retorno da Feira Medieval após duas décadas.C/fotos

Quase vinte anos depois, a Feira Medieval volta a Montemor-o-Novo com grande entusiasmo e celebração. Em declarações à Rádio Campanário, o Presidente da Câmara Municipal de Montemor-o-Novo, destacou o trabalho e a dedicação que permitiram trazer de volta este evento histórico.

“A Feira Medieval regressa em grande estilo, ocupando vários espaços do concelho e proporcionando um ambiente que nos transporta ao passado, especificamente às cortes de 1495, quando o rei Dom Manuel I, no Paço de Alcaides, decidiu iniciar a descoberta do caminho marítimo para a Índia,” referiu o Presidente. Esta data marcante para Montemor-o-Novo, Portugal e o mundo, merece ser celebrada pela sua grandiosidade histórica.

A feira, que já atraiu uma grande aceitação do público, começou com um momento especial na manhã de hoje, onde 600 crianças das escolas primárias de Montemor-o-Novo participaram entusiasticamente, vestidas com fatos medievais feitos na oficina da criança e finalizados na escola. “Foi um momento encantador ver estas crianças a criarem memórias futuras e a celebrarem o seu património e identidade,” acrescentou o Presidente.

Quanto ao número de participantes no evento, embora o Presidente não tenha um número exato, sublinhou que “são muitos, muitos.” O desfile principal está marcado para amanhã de manhã, começando no Largo dos Passos do Concelho e seguindo até ao Castelo, com uma grande participação de autarcas, figurantes e profissionais do setor, prometendo um cortejo lindíssimo.

A feira já demonstra uma dinâmica significativa, com uma grande afluência de pessoas vindas de várias partes. “Este castelo tem uma grande capacidade de receber eventos como este, com vários espaços diferentes que permitem recriar a atmosfera da época,” explicou o Presidente. Expressou ainda gratidão pelos trabalhadores que tornaram o evento possível e destacou os benefícios económicos para a região, com a hotelaria e a restauração completamente lotadas. “Esta é uma aposta do município de Montemor-o-Novo que pretendemos continuar, possivelmente de dois em dois anos, devido ao grande investimento envolvido,” afirmou.

Além da feira, o Presidente também abordou as obras no Convento da Saudação, que receberá um investimento de 6,5 milhões de euros. “Estamos a receber as propostas das empresas interessadas, que encerram no final deste mês, e esperamos contar com uma empresa de excelência para realizar esta obra,” concluiu.

A Feira Medieval de Montemor-o-Novo promete não só celebrar a rica história do concelho, mas também impulsionar a economia local e criar memórias inesquecíveis para todos os participantes.

Reportagem: Augusta Serrano

Populares