12 C
Vila Viçosa
Sábado, Fevereiro 24, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Reguengos de Monsaraz o concelho mais afetado pelos furtos de azeitona (c/som)

A operação “Azeitona Segura”, da Guarda Nacional Republicana (GNR), que teve início a 1 de novembro, terminou a 31 de janeiro de 2014.

Uma operação que nasceu no Alentejo com o objetivo e fazer o acompanhamento da época da “apanha da azeitona”, intensificando o patrulhamento junto das explorações agrícolas e a fiscalização dos acessos aos lagares de azeite e aos locais de armazenamento.

À Rádio Campanário, o Major Copeto do Comando Territorial de Évora da GNR, fez o balanço da operação, salientando que empenhou um total de 461 militares, 22 ações de fiscalização/sensibilização, das quais resultaram 4 detenções por furto de azeitona e apreensão de 110 quilos de azeitona, todas as detenções foram feitas em flagrante delito e no concelho de Reguengos de Monsaraz.

O Major Copeto acresce ainda que “a campanha de colheita de azeitona que agora terminou, segundo produtores e industriais terá sido a maior dos últimos anos, verificando-se um aumento significativo na quantidade e na qualidade do fruto, tendo também a “Operação Azeitona Segura” contribuído para que a mesma tenha decorrido com a tranquilidade necessária, onde parceria dos produtores e da indústria foram essenciais para esse sucesso”.

{play}http://radiocampanario.com/sons/operacao%20azeitona%20segura_balanco_5fev14.MP3{/play}

A “Operação Azeitona Segura” já foi reconhecida como boa prática, tendo ganho em 2010 o “Prémio de Boas Praticas no Sector Público”, e reconhecida pela “Rede Europeia de Prevenção da Criminalidade” em 2012.

Em todo o território pela GNR, a operação envolveu 11.678 militares, que realizaram 2.238 ações de fiscalização/sensibilização, resultando na detenção de 53 pessoas por furto de azeitona e na apreensão de 16.715,50 quilos de azeitona.

Populares