12.6 C
Vila Viçosa
Domingo, Fevereiro 25, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Rumo à sustentabilidade: Alto Alentejo aposta na aquisição de transportes públicos elétricos.

A Comunidade Intermunicipal do Alto Alentejo (CIMAA) juntamente com a AREANATejo – Agência Regional de Energia e Ambiente do Norte Alentejano e Tejo, são as representantes portuguesas no RuralMed Mobility, um projeto europeu focado na expansão das instalações para carregamento de veículos elétricos e na promoção da mobilidade verde em áreas rurais.

Este projeto, com um período de execução de 33 meses e um orçamento total de 180.885 euros, é liderado pela AGENEX – Agência de Energia da Extremadura (Espanha) e reúne parceiros de vários países europeus, incluindo Bósnia, Bulgária, Croácia, Eslovénia, Espanha, Grécia, Itália e Portugal, inserindo-se no âmbito do PROGRAMA INTERREG EUROMED 2021-2027.

Um dos desafios que o RuralMed Mobility enfrenta é a menor densidade populacional e o menor interesse financeiro dos operadores em estabelecer estações de carregamento em regiões rurais. Assim, um dos objetivos primordiais é auxiliar os municípios participantes a criar uma rede de teste para o carregamento de veículos elétricos, avaliando a sua viabilidade e implementando de forma eficiente estratégias de financiamento, incluindo apoios financeiros públicos e a aquisição conjunta de serviços de locação de veículos elétricos e de infraestruturas de carregamento.

Os municípios que compõem a CIMAA incluem Alter do Chão, Arronches, Avis, Campo Maior, Castelo de Vide, Crato, Elvas, Fronteira, Gavião, Marvão, Monforte, Nisa, Ponte de Sor, Portalegre e Sousel. A CIMAA e a AREANATejo trabalharão em conjunto para determinar as localizações mais adequadas para novas estações de carregamento em áreas rurais.

Adicionalmente, será conduzido um estudo para compreender as necessidades e a viabilidade de um sistema de transporte elétrico sob as zonas de baixa densidade populacional, considerando as vantagens do uso de veículos elétricos para deslocações intermunicipais curtas e o potencial de redução das emissões de CO2.

Neste contexto, a CIMAA quer avançar na redução das emissões de carbono no transporte diário, incorporando veículos elétricos na frota, com a aquisição prevista para ocorrer em breve.

Populares