32.6 C
Vila Viçosa
Quarta-feira, Julho 24, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Suinicultura de Montemor-o-Novo distinguida nos Prémios Porco D’Ouro!

A FPAS – Federação Portuguesa de Associações de Suinicultores não quis deixar de premiar o que de melhor se faz na Suinicultura portuguesa apesar do cancelamento da Gala Porco D’Ouro em 2021.

Assim, de acordo com a informação avançada na sua página oficial, a Federação realizou uma Sessão de Entrega dos Prémios Porco D’Ouro referentes a 2020, que teve lugar no passado dia 25 de fevereiro, no Montijo.

O Auditório do Cine-Teatro Joaquim d’Almeida, no Montijo, foi palco da Entrega dos Prémios Porco D’Ouro 2020 homenageando os suinicultores e reconhecendo o esforço e o empenho dos empresários, dos técnicos e de todos os trabalhadores nas explorações suinícolas em Portugal, consubstanciados nos dados técnicos relativos a 2020.

A atribuição destes prémios, refere a Federação,  reveste-se da maior importância, sobretudo numa época de crise para o setor, por ser uma oportunidade de celebrar a atividade e homenagear os protagonistas que diariamente trabalham para oferecer aos portugueses alimentos de qualidade, seguros, saborosos e sustentáveis. Esta homenagem ganha ainda maior relevância quando é conhecido o contexto difícil em que este trabalho se desenvolveu em pleno período pandémico, muitas vezes em sacrifício pessoal e familiar para que não faltasse carne de porco à mesa dos consumidores.

A cerimónia contou com a presença da Ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes, que fez também a entrega do Prémio Ministério da Agricultura para a Sanidade, Bem-Estar Animal e Ambiente, que distingue explorações com um bom desempenho em mais de 80 critérios relacionados com o espaço dos animais nas explorações, a gestão de efluentes ou os programas sanitários que bloqueiam a propagação de doenças animais como a Peste Suína Africana.

Ao todo, foram 78 nomeados para 30 prémios, divididos por 3 categorias, entregues às explorações candidatas, que se distinguem em três escalões organizados segundo a dimensão do seu efetivo reprodutor: Prémio Produtividade Numérica, Prémio Taxa de Partos e Prémio Longevidade, aos quais acresce também o Prémio Máxima Produtividade Numérica e Prémio Porco Diamante, que distingue a exploração que apresenta os melhores padrões de higiene, biossegurança e maneio.

De entre os vencedores destaca-se a categoria de Taxa de Partos, prémio Ouro, entregue a uma Exploração Alentejana: São Cristovão, da empresa Intersuínos, Agrupalto, Montemor-o-Novo.

Fonte: FPAS

 

Populares