30.4 C
Vila Viçosa
Terça-feira, Junho 25, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Testamento Vital: Em todo o Alentejo apenas 45 pessoas expressaram que tratamentos pretendem ou não receber em caso de doença (c/som)

Cerca de 45 pessoas já fizeram o Registo Nacional do Testamento Vital (RENTEV) no Alentejo.

Trata-se de um documento através do qual todos os interessados podem expressar que tratamentos pretendem ou não receber em caso de doença.

A Rádio Campanário falou com o presidente da Administração Regional de Saúde (ARS) do Alentejo, José Robalo que referiu que até ao momento, cerca de 45 pessoas fizeram o registo, estando longe do espectável.

José Robalo salienta que “o registo está feito de forma uniforme à exceção do distrito de Évora em que há um pouco mais do que nos outros”.

O presidente da ARS Alentejo destacou que “tem sido feita a divulgação, existindo a necessidade de se retomar essa divulgação para que as pessoas se lembrem que existe essa possibilidade que definem os cuidados que as pessoas considerarem que são importantes na sua fase final de vida e também perceber até onde querem levar esses cuidados”, acrescentando, “o Testamento Vital permite que as pessoas façam as suas opções que têm que ser conscientes e que garantam que não se prolongue a vida quando a esperança dessa vida já é muito limitada e os recursos que existem para reverter essa situação clinica possam não existir”.

O Testamento Vital é um documento onde o cidadão pode inscrever os cuidados de saúde que pretende ou não receber e permite também a nomeação de um procurador de cuidados de saúde. Para simplificar o processo, o cidadão pode aceder ao Portal do Utente, descarregar o formulário com o modelo de diretiva antecipada de vontade, preencher e entregar no agrupamento de centros de saúde, ou na unidade local de saúde, da sua área de residência.

Desta forma, o Testamento Vital será registado num sistema informático da saúde, o RENTEV.

O RENTEV é o Registo Nacional do Testamento Vital e mantém atualizada a informação relativa aos testamentos vitais, assegurando a sua disponibilização atempada, quando for necessário. Num contexto de urgência ou de tratamento específico, o médico assistente poderá consultar o Testamento Vital do utente, através do Portal do Profissional, garantindo assim que a vontade anteriormente expressa é cumprida.

O próprio utente pode, através do Portal do Utente, verificar se o seu Testamento Vital está correto, ativo, dentro do prazo, acompanhando todos os acessos feitos pelos médicos.

Populares