33.2 C
Vila Viçosa
Segunda-feira, Julho 22, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

“Tromba de água” em Brinches(Serpa): Fenómeno provocou danos avultados em 10 habitações

Na sequência do fenómeno meteorológico extremo ocorrido em Brinches, no final da tarde do passado dia 28 de junho, a Câmara Municipal de Serpa, em comunicado emitido esta terça-feira, esclareceu que “tendo chovido”choveu 150 milímetros por m2 durante cerca de hora e meia, provocando inundações e derrocadas de muros em quintais de 20 habitações na zona mais baixa da localidade, assim como o corte de ruas e vias publicas.”

Na sequência dos danos verificados, a Autarquia “acionou de imediato todos os meios e recursos de emergência e de Proteção Civil, com o acompanhamento do executivo municipal, da Junta de Freguesia e de outros serviços do município” o que permitiu que “no próprio dia, fossem efetuadas as limpezas das vias e remoção de lamas e detritos, bem como tomadas as medidas necessárias para a resposta às situações mais dramáticas, nomeadamente trabalhos de limpeza e remoção de objetos das habitações afetadas, continuando nas horas seguintes a situação a ser acompanhada, nomeadamente a nível do levantamento dos prejuízos e necessidades da população atingida.”

O município refere na mesma nota que, à data de hoje, “continuam a ser desenvolvidos esforços para que as casas fiquem com condições de habitabilidade de modo a assegurar condições aos respetivos moradores, sendo ainda de referir que, embora não tenham sido assinaladas situações de desalojamento, cerca de 10 habitações sofreram estragos avultados.”

A propósito do fenómeno meteorológico verificado, o Instituto Português do Mar e da Atmosfera(IPMA) em comunicado, explicou que, sobre a situação ocorrida, “foi possível identificar, avés do novo radar de Loulé, nuvens de desenvolvimento vertical, designadas de cumulonimbus, praticamente estacionárias sobre uma faixa muito restrita, proporcionando acumulados de precipitação muito elevados num curto espaço de tempo, o que poderá justificar a ocorrência das cheias rápidas na região.”

O IPMA destaca ainda que, “durante esse período, ao mesmo tempo que ocorria precipitação muito forte e persistente no concelho de Serpa, poucos quilómetros ao lado, pouca ou mesmo nenhuma precipitação foi observada, o que assinala o carácter muito localizado deste tipo de fenómenos e da dificuldade de previsão da localização e hora exatas dos mesmos.”

Foto : Facebook Dorinda faquineu

Populares