19 Jun. 2021
Augusta Serrano;
Firmamento da Noite
00:00-04:00
×

Alerta

JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 63
JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 68

Elvas

Elvas: Museu de Arte Contemporânea procura jovens embaixadores. Saiba como concorrer

Regional 14 maio 2021

O Museu de Arte Contemporânea de Elvas procura jovens embaixadores.

O Programa Jovens Embaixadores Museu de Arte Contemporânea de Elvas_Coleção António Cachola, uma iniciativa do Município de Elvas e tem como público alvo jovens que se destaquem na comunidade pela atitude positiva, capacidade de liderança, espírito empreendedor e elevada exposição positiva nas redes sociais.

A informação avançada na página oficial da Câmara Municipal de Elvas refere que o lançamento da 1ª edição do Programa Embaixadores MACE, marca uma importante mudança na iniciativa de responsabilidade juvenil e social. Além disso, estas experiências permitem que os horizontes desses jovens se ampliem, ao mesmo tempo que auxiliam na captação e fidelização de novos públicos, oferecendo a oportunidade de estes serem protagonistas dos espaços culturais e turísticos do Concelho de Elvas.

O programa procura jovens, entre os 14 e os 30 anos de idade, naturais ou residentes em Elvas.

O Museu de Arte Contemporânea de Elvas_Coleção António Cachola foi inaugurado em 2007, estando, desde 2015, inserido na Rede Portuguesa de Museus. Instalado num edifício de grande valor patrimonial, numa cidade reconhecida como Património Mundial pela UNESCO, tem como missão elevar a oferta cultural de Elvas, contribuindo para a descentralização do acesso à arte contemporânea, assim como prosseguir com a política de promoção de Elvas através do museu, da sua coleção e das suas exposições, quer a nível nacional quer a nível internacional mediante a circulação das obras de arte.

A Coleção António Cachola é considerada uma das mais importantes coleções privadas portuguesas e mantém-se em constante atualização. Em 2016, a Coleção António Cachola recebeu o Prémio “A“ ao Colecionismo Privado da Fundación ARCO (Madrid). Dedica-se, em exclusivo, à produção artística visual portuguesa, sem balizas disciplinares ou temáticas, conta com mais de 800 obras, dando especial enfoque aos artistas portugueses que começaram a produzir na década de 1980 e acompanhando as criações contemporâneas nacionais até aos nossos dias.

As candidaturas a estes programas podem ser feitas através do Balcão Virtual.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Junho 2021 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30