Homem que disparou contra família sueca em Moura é membro do Chega

Regional 16 Out. 2021

A notícia é avançada pelo Jornal Sol, o o homem que disparou contra família sueca em Moura é membro do Chega.

Conforme a RC noticiou, esta manhã, a PJ revelou que um homem foi detido por “fortes indícios da prática do crime de homicídio qualificado na forma tentada”, no concelho de Moura, sendo as vítimas um casal de cidadãos suecos e os sete filhos menores, com idades entre os onze anos e os três meses. Autoridade acredita em motivação "aparentemente determinada por ódio racial".

O homem de 53 anos que foi detido pela Polícia Judiciária (PJ) por ter disparado contra uma caravana onde seguia o casal de cidadãos suecos e os sete filhos menores, no concelho de Moura, é membro do Chega.

Segundo avança o Diário de Notícias, que cita fonte judicial, “o detido é um conhecido comerciante da região que fez parte da lista do Chega que se candidatou à Junta de Freguesia da Póvoa de S. Miguel”.

Esta manhã, a PJ revelou que um homem foi detido por “fortes indícios da prática do crime de homicídio qualificado na forma tentada”, no concelho de Moura, sendo as vítimas um casal de cidadãos suecos e os sete filhos menores, com idades entre os onze anos e os três meses.

O crime ocorreu na tarde de 8 de outubro, quando as vítimas “viram o veículo de passageiros onde seguiam, adaptado a caravana, ser atingido com disparos de arma de fogo, agressão perpetrada na sequência de contenda ocorrida momentos antes, aparentemente determinada por ódio racial”.

Em comunicado, a PJ refere que o agressor se envolveu numa discussão com o elemento do género masculino do casal, tendo depois perseguido a viatura onde seguiam as vítimas e executado o crime “assim que se mostrou oportunidade”.

C/ https://sol.sapo.pt/

 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Novembro 2021 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30