19 Jan. 2022
Augusta Serrano
Notícias
17:00-19:30

Odemira

PJ deteve o suspeito do incêndio que destruiu as instalações do Clube Fluvial Odemirense

Regional 09 Out. 2021

A Polícia Judiciária deteve hoje o suspeito de ser o autor do incêndio que destruiu as instalações, diversos barcos e equipamentos do Clube Fluvial Odemirense, na margem esquerda do rio Mira, em Odemira.

A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal de Portimão, identificou e deteve um homem com 35 anos de idade, por fortes indícios da prática do crime de incêndio, ilícito ocorrido em Odemira, segundo divulgou na sua página oficial.

Os factos em investigação verificaram-se esta madrugada nas instalações de uma associação desportiva, cultural e recreativa da referida localidade.

O detido será apresentado à Autoridades Judiciárias competentes para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

Recorde que tal como a RC noticiou, um incêndio destruiu esta madrugada, por completo, as instalações do Clube Fluvial Odemirense, situadas junto ao Rio Mira, em Odemira.

Segundo avançou o CM, o alerta foi dado às 5h27, e quando os Bombeiros de Odemira chegaram ao local já o edifício estava tomado pelas chamas.

"O alerta foi dado às 5h27, e quando chegámos ao local já o edifício estava todo tomado pelas chamas. Ficou tudo destruído, desde as embarcações, os acessórios de navegação e os equipamentos de ginásio" explicou Luís Oliveira, comandante dos Bombeiros de Odemira.

Ilídio Soares, presidente do Clube Fluvial Odemirense confirmou ao CM que "apontamos para um prejuízo de 100 mil euros, o pior foi que perdemos o trabalho de 30 anos em poucos minutos, arderam cerca de 60 embarcações que estavam guardadas e o ginásio ficou completamente destruído".

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Janeiro 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31