20 Ago. 2022
Augusta Serrano;
Firmamento da Noite
00:00-04:00

Radio Campanario

Alentejo

PORTUGAL

Portugal: Onda de seca extrema vai piorar em junho

Regional Escrito por  17 Jun. 2022

Este ano já alcançou temperaturas mais altas do que as esperadas, no mês de maio, e a situação se intensifica no mês de junho. O país, no passado mês de maio, sofreu com mais de 97% do território em situação de seca extrema, e a previsão é de aumento desta área.

Segundo dados do IPMA, no mês de junho a população portuguesa pode esperar um aumento significativo das temperaturas e, consequentemente, um aumento da área em seca severa. Estando a mais da metade do mês, os níveis de precipitação até o dia de hoje não são satisfatórios e nem o suficiente para amenizar a situação da seca.

O Dia Mundial do Combate à Seca e à Desertificação fica marcado com uma preocupação do o Instituto do Mar e da Atmosfera (IPMA), que, em declaração à comunicação social, afirma que “o aumento do calor nos meses de julho e agosto faz agravar o perigo de incêndio rural de uma forma geral, mas existem oscilações no estado do tempo ao longo desses meses que fazem igualmente oscilar os valores dos índices meteorológicos de incêndio”.

 

Mesmo com esses dados, o IPMA não demonstra preocupação de que ocorrerá uma situação extrema, e relembra que, mesmo Portugal se encontre numa situação alarmante no momento, não está perto do pior, que ocorreu 18 anos atrás. Entre 2004 e 2005, o país registou o período de seca mais intenso de sua história, com nove meses consecutivos de seca extrema.

 

Para aceder ao conteúdo na íntegra, clique aqui.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Agosto 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31