29.8 C
Vila Viçosa
Terça-feira, Julho 23, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Vinhos: Depois do Alentejo, João Portugal Ramos conquista o Douro. 3M€ de vendas em 2023

Vinhos: Depois do Alentejo, João Portugal Ramos conquistam o Douro. Três milhões de euros de vendas em 2023

João Portugal ramos, nome amplamente reconhecido no setor dos vinhos em todo o País e no estrangeiro, atingiu recentemente mais um marco no seu percurso de produtor de vinho.

Depois de ter conquistado o mercado da região Alentejo onde a excelência e qualidade da sua produção o levaram a ser hoje considerado um dos nomes mais importantes do setor vinícola da região, o enólogo conquistou, ao fim de 17 anos de trabalho e investimento, uma posição de destaque no mercado na região demarcada do Douro.

A Duorum, projeto que criou no ano de 2007, atingiu em 2023 o valor de vendas de 3 milhões de euros. Para além da relevância em termos financeiros, esta conquista de mercado fez com que , em 2023, o seu negócio integrasse o top 10 de produtores desta região demarcada, tal como avança o ECO

A marca está já presente em 28 mercados do estrangeiro, destacando-se o Reino Unido, Canadá, EUA e China. Em 2024 vai reforçar as exportações, as quais representam já 30% no negócio e com uma forte aposta na sua marca mais recente – Altitude by Duorum.

Há mais de 20 anos que o nome João Portugal Ramos está associado aos vinhos portugueses, primeiro, como enólogo consultor de conhecidas marcas de vinho e, desde 1992, como produtor engarrafador.

O sucesso e os prémios acumulados ao longo da sua carreira valeram-lhe o reconhecimento nacional e internacional como um dos principais responsáveis pela evolução dos vinhos portugueses na última década.

Marquês de Borba, Vila Santa, Pouca Roupa, Loios e Estremus são algumas das marcas alentejanas associadas a João Portugal Ramos, atualmente com presença no Alentejo e do Douro, na  Quinta de Foz de Arouce e um projeto de Vinhos Verdes na sub-região de Monção e Melgaço.

O sucesso e os prémios acumulados ao longo da sua carreira valeram-lhe o reconhecimento nacional e internacional como um dos principais responsáveis pela evolução dos vinhos portugueses na última década.

Populares