31.5 C
Vila Viçosa
Sábado, Julho 20, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

“A Barragem do Pisão está a atrair investidores;o Turismo do Crato vai crescer exponencialmente” diz Pres. Da CM (c/som)

O setor do Turismo é uma alavanca para a economia local da maior parte dos Municípios Alentejanos.

À margem da tomada de posse dos novos órgãos sociais da Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo, a Rádio Campanário abordou esta temática com Joaquim Diogo, Presidente da Câmara Municipal do Crato.

O concelho, situado no distrito de Portalegre, atrai anualmente milhares de visitantes pelo seu património histórico e cultural.

Õ autarca, no que diz respeito à situação atual do turismo no concelho, começou por nos referir “o turismo no Crato está bem, nós temos investido bastante naquilo que são alguns eventos que começam a ganhar dimensão, quer ao nível cultural ou desportivo.”

O Presidente da Autarquia está ainda convicto de que “com a construção da Barragem do Pisão começam a surgir muitos investidores para o ramo da hotelaria, pelo que penso que nos próximos anos temos todas as condições para que o turismo no Crato possa dar um salto exponencial.”

Apesar das perspetivas animadoras, o autarca sublinha uma preocupação “não vejo o turismo só dentro de um concelho, é importante que o turismo das várias regiões seja visto de uma forma global para que todos possamos aproveitar as oportunidades.”

Questionado pela Rádio Campanário se no seu entender a Marca Alentejo está suficientemente divulgada, Joaquim Diogo referiu “está suficientemente divulgada, mas o que nós temos que ter noção é que outras atrações no país começam também a fazer o seu percurso; logo, neste momento, há naturalmente concorrência.”

No que diz respeito à Agenda Turística para o interior do País, apresentada pelo Governo em Maio com um investimento de 200 milhões de euros, o Presidente do Município referiu o que está programado para o concelho “nós temos várias situações em que estamos envolvidos, no revive ou através de investidores particulares, temos uma dinâmica que vai aparecer e crescer, há uma vontade de trazer coisas novas para o Crato e para o Alentejo .”

 

 

 

Populares