32.6 C
Vila Viçosa
Quarta-feira, Julho 24, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

“A Volta ao Alentejo em Bicicleta é a mais bela corrida do mundo, por entre paisagens fabulosas” diz Joaquim Gomes, diretor da volta ao alentejo em Bicicleta(c/som e fotos)

 

A Volta ao Alentejo em Bicicleta regressa este ano á data em tradicionalmente é realizada- 16 a 20 de março.

A competição, também conhecida como a Alentejana e uma das mais carismáticas em Portugal , concretiza este ano a 39ª edição, numa organização da CIMAC- Comunidade Intermunicipal do Alentejo Central e da Podium Events.

Esta 39ª edição foi hoje apresentada, no Centro Cultural de Redondo e contou com a presença de Joaquim Gomes, Diretor da Prova, David Galego, Presidente da Câmara de Redondo, Luis Dias, Presidente da CIMAC, João Cavaleiro ferreira em representação da Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo, Alexandre Varela, Vice-Presidente da Câmara Municipal de Évora, Delmino Pereira, Presidente da Federação Portuguesa de Ciclismo e Duarte Azinheira em representação da Delta Cafés, patrocinador do evento.

A Rádio Campanário esteve presente nesta apresentação pública desta importante prova desportiva e falou com o Diretor da prova Joaquim Gomes. O responsável começou por nos referir “estamos a falar de uma das provas de ciclismo por etapas mais carismáticas do nosso país. “

Para Joaquim Gomes “para mim é a mais bela corrida por etapas do mundo, é fantástica, com uma paisagem fabulosa e distinta entre estas quatro regiões que constituem o Alentejo, estes fantásticos 30 mil quilómetros  quadrados que quase representam um terço de Portugal continental.”

Para o diretor da prova “regressar à estrada , manter intatas as permissas que fizeram desta a maior prova desportiva da região, é obviamente um motivo de grande orgulho mas também uma grande responsabilidade da qual só vou respirar de alívio no próximo dia 20 de março.”

Questionado sobre as expetativas para a edição deste ano e a forma como os Municípios do Alentejo continuam a fazer questão de marcarem presença nesta prova, Joaquim Gomes sublinhou “este é um evento de forte identidade nacional pois os Alentejanos e a Volta ao Alentejo em bicicleta quase que se confundem pelas mais diversas circunstâncias” acrescentando ainda que para além da  “ a sua importância para o setor económico há aqui factores que acompanham uma modalidade centenária  como o ciclismo, em particular nas provas por etapas, que é o próprio povo identificar-se com o sacrifício que os ciclistas fazem  diariamente para combaterem todos os obstáculos que podem ou não conduzir á vitória.”

“O povo revê-se nisso: no sacrifício, no lutar com as adversidades, o que não é nem mais nem menos que a luta diária do próprio povo” salientou ainda ao responsável da prova.

Relativamente à edição deste ano, Joaquim Gomes adiantou que “um conjunto de circunstâncias conduziram a que nós encurtássemos um pouco esta edição da prova deixando cair a etapa em linha matinal do fim de semana, mantendo o contra-relógio, mas em detrimento de existir menos uma etapa na manhã de sábado, optámos por valorizar quer as metas volantes atribuindo segundos de bonificação aos três primeiros classificados nas metas volantes e incluindo bonificações nas finais de etapas.”

Apesar de as previsões meteorológicas apontarem para a ocorrência de chuva para os dias da prova, Joaquim Gomes sublinha “a chuva, o calor extremo, são apenas um acréscimo de sacrifício aquilo que os ciclistas já estão habituados a enfrentar diariamente.”

Constatando a particularidade de, como refere Joaquim Gomes, “necessitarmos de chuva como de pão para a boca, se for para resolver um problema desta região e de Portugal inteiro, venha chuva com fartura que os ciclistas certamente a vão saber superar.”

O Percurso da Volta ao Alentejo, nesta 39ª edição será então o seguinte:

1.ª etapa: 16 mar – Vendas Novas – Sines, 176,7 quilómetros

2.ª etapa: 17 mar – Beja – Portel, 187,7

3.ª etapa: 18 mar – Elvas – Ponte de Sor, 179,3

4.ª etapa: 19 mar – Castelo de Vide – Castelo de Vide, 8,4 (CRI)

5.ª etapa: 20 mar – Castelo de Vide – Évora, 171,9

 

 

 

Populares