29.8 C
Vila Viçosa
Terça-feira, Julho 23, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

“Agravamento da guerra” pode alterar prazo para conclusão do Hospital Central do Alentejo

O PSD de Évora, através da Deputada eleita na Assembleia da República, Sónia Ramos, questionou o Ministério da Saúde acerca de preocupações referentes ao financiamento e consequente data de finalização do projeto do novo Hospital Central do Alentejo, em Évora.

Na pergunta adiantada em comunicado à Rádio Campanário lê-se: “O orçamento de Estado para 2022 previa investir 54 milhões de euros no Hospital Central do Alentejo no corrente ano. Mas surgem apenas 2 milhões de euros para esta obra na atualização do quadro de investimentos (…) que o Ministério das Finanças submeteu ao Parlamento, a 31 de Agosto.”

-“Por que razão (…) 2 milhões de euros (de investimento), quando o Orçamento do Estado (…) previa 54 milhões de euros (de investimento) no Hospital Central do Alentejo em 2022?”
-“Pode o Ministro da Saúde garantir que a obra (…) estará concluída no final de 2023, de forma a não se perder o financiamento do PO Regional?”

 

Em resposta, o gabinete do Ministro da Saúde responde “As dotações necessárias (…) serão asseguradas pelo Ministério da Saúde, conforme (…) necessárias no decorrer da obra.”

Em relação ao prazo de conclusão, este adianta que “Apenas (circunstâncias como) o agravamento da guerra na Europa (…)poderá vir a condicionar o cumprimento deste objetivo (…). Esperamos que, mesmo no pior cenário, sejam encontrados mecanismos para garantir o financiamento.”

Populares