19.3 C
Vila Viçosa
Quarta-feira, Fevereiro 21, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Deputada Sónia Ramos comenta a Convenção da AD , a ausência de Passos Coelho e as declarações de Nuno Melo sobre a viabilização do Governo de esquerda, na Rádio Campanário(c/som)

No comentário semanal na Rádio Campanário, a Deputada do PSD, Sónia Ramos, falou sobre a Convenção da AD , a ausência de Passos Coelho e as declarações de Nuno Melo sobre a viabilização do Governo de esquerda.

No que diz respeito à Convenção a AD realizada este fim de semana, a Deputada do PSD começou por destacar a “forma positiva como a mesma decorreu”.

Sobre a ausência de Gonçalo da Câmara Pereira, líder do PPM, partido que integra a AD, na Convenção realizada, Sónia Ramos referiu “haverá muitos momentos nacionais da AD ao longo da campanha , onde todos terão seguramente oportunidade de marcar presença” acrescentando “a AD e o PSD está unido e não vale a pena fantasiar sobre a ausência de um ou outro.”

No que diz respeito às declarações de Nuno Melo, contrariando o que tinha dito sobre a viabilização de um governo de esquerda, caso o PS vença as eleições, a Deputada do PSD frisou “nós estamos focados em ganhar o País , com a missão de mudar as políticas públicas e de resolver os problemas das pessoas.”

“Uma ou outra declaração não pode apagar aquilo que foi uma convenção extraordinária de mobilização” conclui.

No que diz respeito ao apelo ao voto útil, feito pelo Líder do PSD, Sónia Ramos diz “há duas situações que os eleitores devem analisar: ou manter um PS que será muito pior do que o que existia ou as pessoas querem mudar de vida e apostar na esperança.”

Por último e sobre a ausência de Pedro Passos Coelho desta Convenção, a Deputada do PSD adiantou “não é relevante este caso porque tenho a certeza que Passos Coelho, sendo o estadista que é, está com o PSD e ajudará a AD a ganhar Portugal.”

Populares