34.8 C
Vila Viçosa
Segunda-feira, Junho 24, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Entrevista à Ver. Sónia Caldeira: Não há muitas Academias Sénior no País com um grupo de revista.

A vereadora da Câmara Municipal de Estremoz Sónia Caldeira “inaugurarmos hoje esta exposição de artistas da universidade sénior, com esta dignidade e qualidade é um orgulho”.

“Acho que todas estas pessoas que pintaram estes quadros têm particularidades diferentes, pintam de forma diferente, e têm aperfeiçoado ao longo do tempo, aprendendo nestas aulas de pintura, e isso torna-se cada vez mais evidente.”

“Quem acompanha as exposições de pintura ao longo do tempo, percebe que os trabalhos são cada vez de mais qualidade e isso é um orgulho enorme para nós. Significa que, para além de termos as pessoas ocupadas, temos as pessoas também a aprenderem coisas novas e a aperfeiçoar isso é importante”.

Vereadora Sónia Caldeira, recém-chegada com o grupo das “Velhas Gaiteiras”, da universidade sénior de um programa televisivo “Praça da Alegria “é verdade, este grupo de facto têm suscitado o interesse dos vários órgãos de comunicação social.

Na sua opinião, o que suscita este interesse? “Não deve haver muitas academias seniores no país, que tenham um grupo de revista, estas 13 velhotas, como eu lhe costumo chamar fazem parte do grupo de revista , que apesar de serem amadoras, têm na sua presença em palco uma forma de apresentar as peças com um à vontade tão grande, que eu acho que é isso que chama a atenção das televisões e de quem as quer ver, na última peça que estreámos esgotamos 3 vezes o teatro Bernardim Ribeiro tendo havido ainda uma quarta cessão Toda a gente gosta das velhas gaiteiras. Elas são sem dúvida um exemplo, de energia e vitalidade.

“Nesta academia sénior temos também as disciplinas em que os alunos aprendem a arte de fazer o boneco de Estremoz, inclusive uma dessas barristas começou na Academia e hoje já é certificada, a Madalena Bilro”.

“A Academia Sénior também acaba por ser uma forma de promovermos, continuarmos a promover os nossos bonecos de Estremoz.”

Esta esta variedade de oferta que temos, faz com que também tenhamos uma procura grande. Temos 150 alunos, provavelmente das academias seniores aqui do Alentejo com maior número de alunos a frequentar”.

Questionada sobre se o desempenho da coordenadora dr. Marisa Serrano tem sido decisivo para o sucesso deste projeto responde categoricamente “(…) tem sido fundamental na Academia Sénior de ser coordenadora Marisa Serrano, já era professora na Academia hoje como coordenadora, o seu empenho é ainda maior. Acrescentou “tem um jeito enorme para trabalhar com estas pessoas, muitas vezes vêm aqui ao posto de turismo e procuram-na nem que seja para desabafar, para lhe dar uma palavra amiga e isso é fundamental. A forma como ela também se relaciona com os professores, como consegue arranjar professores para disciplinas diferentes para colaborarem connosco. A grande diversidade de disciplinas que temos deve-se à entrega da Marisa, estou sempre a agradecer-lhe pela forma como ela, para além do trabalho que faz aqui a nível do turismo, também pela forma como ela se dedica à Academia sénior.

Academia sénior teve o início em 2007.

Populares