16.7 C
Vila Viçosa
Quarta-feira, Abril 17, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Évora recebeu Comissão Parlamentar no âmbito da candidatura a Capital Europeia da Cultura! (c/fotos)

 

A Comissão Parlamentar para a Cultura, Comunicação, Juventude e Desporto encerrou, em Évora, o ciclo de visitas às quatro cidades portuguesas que fazem parte da lista final de candidatas ao título de Capital Europeia da Cultura em 2027. Ponta Delgada, Aveiro e Braga são as outras cidades ainda na corrida. Carlos Pinto de Sá, Presidente da Câmara Municipal de Évora, recebeu os cerca de 20 representantes desta comissão parlamentar, presidida pelo deputado Luis Graça, no Convento de São Bento de Cástris, espaço que se perspetiva como mais um equipamento de criação e fruição cultural no concelho.

Ao dar as boas-vindas aos parlamentares das várias forças políticas, o autarca eborense fez notar que este tem sido “um bom processo para Portugal com as cidades concorrentes a cooperarem entre si.” Especificamente sobre a candidatura de Évora, Carlos Pinto de Sá enfatizou o facto de estarmos perante “uma candidatura do Alentejo, com uma forte identidade cultural.” O conceito de ‘Vagar’, promovido pela candidatura, foi explicado e apresentado aos deputados. “Esta é uma candidatura de transformação com base na cultura, na qual queremos que a população participe, com os olhos postos na Europa e no mundo”, finalizou o presidente do município.

Luis Graça, deputado que preside à referida comissão parlamentar, assinalou que estas visitas tiveram como objetivo conhecer as cidades e as suas propostas, partindo da premissa que “a cultura é um instrumento de aprofundamento da democracia.”

Após a visita a São Bento de Cástris, a comitiva teve a oportunidade de conhecer outros equipamentos culturais que, no caso de a candidatura de Évora sair vencedora, terão um papel fundamental a desempenhar. São os casos da Fundação Eugénio de Almeida, onde os deputados tiveram oportunidade de visionar o vídeo oficial da candidatura, e, também, do renovado Salão Central Eborense, nova sala de espetáculos e de criação cultural, que permitirá reforçar, em breve, a oferta da cidade.

O périplo terminou ao som do Cante Alentejano, na sede do Grupo de Cantares de Évora, no Espaço Celeiros.

Populares