25.4 C
Vila Viçosa
Sábado, Abril 20, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Os Garridos:” Nunca pensamos chegar tão longe” O nosso objetivo é cantarmos o Alentejo com alma e tradição.

Grupo de Cante”Os Garridos” – grupo de cante alentejano de Santiago Rio de Moinhos ( Borba), é um grupo criado há cerca de três anos, nasceu em plena pandemia. Detentores de excelentes vozes o seu cante rapidamente chegou ao Alentejo, bem como a todo o País.

 A Rádio Campanário foi encontra-los numa atuação para os mais idosos no Centro de dia de São Romão uma das freguesias do Concelho de Vila Viçosa. Falou com o seu porta voz francisco Rijo. Que lembrou, que esta também é uma forma de os idosos relembrarem as canções que costumavam cantar e o que sentiam sobre o nosso Alentejo, muitas dessas canções refletem as profissões que eles exerciam naquela época.

Chico Rijo, é assim que é conhecido entre os seus, adiantou-nos como tudo começou: este grupo nasceu em plena pandemia, um senhor, natural do Minho, fez um convite através de um membro do grupo, mas naquela altura não havia espetáculos em toda a região do Alentejo, nem em Portugal, nem em qualquer parte do mundo, ainda assim, esta foi a oportunidade única para mostrarmos o nosso talento e sabedoria.

Assim, começamos com poucos elementos, depois crescemos para 6 ou 7 e hoje somos 17 e tem sido incrível como, em apenas 3 anos desde a nossa formação em 2020, superamos todas as expectativas em relação aos convites e reconhecimento que temos recebido das nossas atuações.

 Começamos sem grandes expectativas e, sinceramente, não imaginávamos chegar a este nível elevado de reconhecimento no canto alentejano. Recebemos muitos convites para atuar, e inclusive temos um espetáculo agendado para agosto, na Figueira da Foz. Tudo isto tem superado amplamente as nossas expectativas iniciais.

O nosso repertório está profundamente enraizado no cancioneiro alentejano, algumas das nossas músicas são sobre as profissões antigas, como a sapateira ou os apanhadores de amêndoas, e outras desafios enfrentados pelos nossos antepassados no Alentejo. Queremos transmitir a natureza e a essência do Alentejo, e isso é o que sentimos através da nossa música.

Quanto à possibilidade de gravarem um CD Francisco adianta: (…)Sinceramente, não tenho a certeza se chegaremos a esse ponto, ainda não discutimos essa possibilidade, embora saibamos que temos algum valor. Aceitar um convite para gravar um CD seria uma tremenda responsabilidade, já recebemos convites de várias pessoas, mas ainda não decidimos, estamos focados em fazer aquilo que amamos, que é cantar e levar a nossa música às pessoas.

Normalmente, um grupo de canto alentejano é composto por 3 ou 4 solistas e o restante é o coro. Procuramos selecionar as vozes que têm mais domínio sobre o canto, porque as pessoas que fazem solos no grupo já cantavam fado antes. E muitas vezes, quem canta fado também canta canto alentejano e vice-versa. As vozes escolhidas para o grupo são aquelas que melhor se encaixam e dominam o canto alentejano.

Populares