Evora

Fundo JESSICA já criou cerca de 200 postos de trabalho, no Alentejo (c/som e fotos)

Reportagens 24 Out. 2017

O Evento Anual 2017 do Fundo Jessica, decorreu na tarde de segunda-feira, dia 23 de outubro, em Évora, visando o balanço da aplicação integral da primeira fase dos recursos e a projeção dos objetivos até 2021.

Roberto Grilo, presidente do Comité de Investimento do Fundo Jessica, em declarações à Rádio Campanário, explica que o evento consiste numa de prestação de contas, “na sequência dos primeiros projetos assinados e contratados em 2012”.

Em Portugal, a aplicação até ao momento de mais de 300 milhões de euros, deste fundo que envolve investimentos comunitários e fundos privados, “representa um número elevadíssimo de projetos que foram apoiados” e que resultaram na criação de mais de 3 mil postos de trabalho.

Na região Alentejo, num investimento superior a 100 milhões de euros, aplicados a projetos de 11 concelhos, foram criados quase 200 postos de trabalho permanentes.

Roberto Grilo recorda que o fundo Jessica continua disponível até 2021, com cerca de 5 milhões de euros “disponíveis para a região”.

“O funcionamento deste instrumento” envolve reembolsos, pelo que o valor tenderá a aumentar.

Mais acrescenta, esperar que “a região continua a aproveitar estes fundos” para a reabilitação e revitalização urbanas, e para a consequente criação de postos de trabalho, e desta forma “animar a nossa economia regional e local”.

O Fundo Jessica Portugal é uma iniciativa da Comissão Europeia e do Banco Europeu de Investimento (BEI), que tem desafiado entidades financeiras, enquanto gestoras de Fundos de Desenvolvimento Urbano, a agir como veículos de financiamento reembolsável de investimentos em reabilitação urbana.

 

 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Dezembro 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31