18.7 C
Vila Viçosa
Terça-feira, Junho 18, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Universidade de Évora recorda Gonçalo Ribeiro Telles como “um pioneiro, um homem muito à frente do seu tempo”

Foto: Observador/Lusa

Gonçalo Ribeiro Telles morreu esta quarta-feira, aos 98 anos. Arquitecto paisagista, político, professor universitário,  foi o principal rosto da luta pela ecologia e pelo ambiente desde o 25 de Abril de 1974.

Em comunicado, a Universidade de Évora (UÉ) lamentou a morte de Gonçalo Ribeiro Telles, que fundou a licenciatura de Arquitetura Paisagista naquela instituição académica.

A Reitora da UÉ, Ana Costa Freitas, considera Ribeiro Telles “um pioneiro, um homem muito à frente do seu tempo que dedicou a sua vida, persistente e coerentemente, às suas convicções e a quem a Universidade de Évora e o país muito devem”.

Ana Costa Freitas acrescenta ainda que Ribeiro Telles “é uma personalidade marcante, que permanecerá na nossa memória individual coletiva, uma figura maior que conquistou o seu lugar na História”.

Professor Catedrático Jubilado da Universidade de Évora e fundador da licenciatura em Arquitetura Paisagista na Universidade de Évora, Gonçalo Ribeiro Telles dirigiu, ainda, o Departamento de Planeamento Biofísico e Paisagístico da Universidade de Évora e orientou inúmeras dissertações para obtenção dos graus de Licenciatura, Mestrado e Doutoramento.

Da extensa galeria de distinções nacionais e internacionais que reconheceram o mérito do seu trabalho, consta a outorga do Doutoramento Honoris Causa pela Universidade de Évora, em 1 de novembro de 1994.

Populares