24.3 C
Vila Viçosa
Quinta-feira, Julho 18, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

500 anos da Misericórdia de Borba: “Cumpre um papel adstrito ao Estado e fá-lo com elevada competência” diz José Ramalho

Borba, 19 de junho de 2024 – A Santa Casa da Misericórdia de Borba celebrou esta terça-feira, 18 de junho, o seu 500º aniversário, uma data marcante para a instituição que durante cinco séculos tem consolidado a sua posição no concelho, destacando-se pela relação de proximidade criada, ao longo dos , com a comunidade.

As comemorações deste dia tiveram início com uma missa solene, presidida pelo Arcebispo de Évora, D. Francisco Senra Coelho seguindo-se um almoço comemorativo e o lançamento de um vinho comemorativo dos 500 anos de história da Misericórdia.

Marcaram presença neste dia especial várias Entidades, entre elas o Diretor do Centro Distrital da Segurança Social de Évora, Dr. José Ramalho, que em declarações à Rádio Campanário realçou a importância do papel das Misericórdias junto das populações destacando “as Santas Casas da Misericórdia fazem um papel que é adstrito ao Estado e que mediante acordos de cooperação, fazendo-o com elevada competência” realçando a prestação de todas as Misericórdias do Distrito de Évora, entre elas a Misericórdia de Borba . O responsável pela Segurança Social de Évora enalteceu ainda o papel dos Provedores/as das respetivas mesas e de todos os técnicos pelo “compromisso que assumem junto da comunidade, idosos, crianças e pessoas portadoras de deficiência.”

No que diz respeito aos 500 anos agora celebrados pela Misericórdia de Borba, o Diretor do Centro Distrital da Segurança Social diz “celebrarem o ideal de uma mulher, a Rainha D. Leonor, quando criou as Misericórdias “ sublinhando tratar-se de um dia feliz, entre os 365 dias do ano, também eles felizes, pela “ confiança que temos nestes parceiros o que significa que no distrito de Évora o Estado está muito bem representado.”

Questionado pela Rádio Campanário sobre a importância do trabalho em rede, mobilizando todos os agentes do território para um bem comum, José Ramalho destacou “o papel importante que as Autarquias locais, forças de segurança, IPSS , os Centros Paroquiais e Sociais, desempenham na qualidade de vida das pessoas o que, conjugado com o que é o papel do Estado, tem obtido bons resultados no distrito .”

Sobre a importância do voluntariado no desempenho de funções de quem integra as Misericórdias, José Ramalho considera tratar-se de um trabalho realizado com “muito amor , muito afeto, em prol do próximo, um desígnio que deve ser de todos . “

A Misericórdia de Borba celebra este ano o seu 500º aniversário. esta foi a quarta iniciativa realizada no âmbito das comemorações que se vão estender ao longo do ano de 2024.

Populares