17 C
Vila Viçosa
Domingo, Julho 21, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Antigo edifício de passageiros da Estação de Moura foi reabilitado e adaptado para Estação Intermodal!

Decorreu a 10 de dezembro a inauguração da Estação Intermodal de Moura que, decorrente de um contrato de subconcessão celebrado em 2017 entre a IP Património (IPP) e o Município de Moura, permitiu a reabilitação do edifício de passageiros da antiga estação ferroviária de Moura que se encontrava devoluto desde o encerramento à exploração do Ramal de Moura, desativado em janeiro de 1990.

Esta obra contemplou a reabilitação estrutural, criação de novas infraestruturas técnicas, impermeabilizações, isolamentos, cobertura, alvenarias, demolições, cantarias, revestimentos, carpintarias, serralharias, pinturas, trabalhos exteriores de pavimentos, eletricidade e telecomunicações, num investimento global de cerca de € 600.000,00, no âmbito de uma candidatura ao Programa Operacional Regional Alentejo 2020 apresentada pela Câmara Municipal de Moura que contou com uma taxa de cofinanciamento pelo FEDER de 85%.

Foram igualmente cedidos ao município, integrados no contrato de subconcessão, um conjunto de bens do património histórico e cultural que vão agora ser reabilitados para exposição e decoração do espaço que, apesar da alteração funcional, preservarão a identidade e memória ferroviária do local.

No antigo edifício de passageiros, além dos operadores de transporte rodoviário de passageiros, será também instalada a Rádio Planície e o Jornal A Planície, que ocuparão todo o 1.º andar. No r/c, além dos espaços de bilheteiras, funcionará ainda um espaço de cafetaria, uma sala de espera e instalações sanitárias de apoio aos passageiros.

Durante a inauguração – onde estiveram em representação da IPP, Nuno Neves, vogal do Conselho de Administração e Paulo Rodrigues, gestor do Plano Nacional de Ecopistas – foi entregue ao Município de Moura o contrato de subconcessão celebrado com a IPP, para uso privativo dos bens do Domínio Público Ferroviário integrantes do Ramal de Moura, entre o Km 203,975 e o Km 212,582, exclusivamente para adaptação e utilização da plataforma como ecopista para fins turísticos e/ou lazer.

A cerimónia contou também com o lançamento do livro “Memórias Soltas do Ramal de Moura”, de Ivan Valério, numa edição do próprio município.

Populares