31.5 C
Vila Viçosa
Sábado, Julho 20, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

“O Alentejo tem tudo para ser destino de excelência”, diz Secretário de Estado do Turismo (c/som)

Na cerimónia de tomada de posse dos novos órgãos eleitos para o turismo do Alentejo e Ribatejo, o Secretário de Estado do Turismo expressou otimismo em relação às expectativas desta nova equipa. O Secretário de Estado destacou que espera um trabalho competente e cooperativo, conforme já tem sido feito no passado, ao afirmar, “eu espero um trabalho de competência e de total cooperação, conforme já tem sido feito no passado é uma equipa muito competente capaz com conhecimento do território”.

A região do Alentejo e Ribatejo é conhecida pelas suas características únicas, e o Secretário de Estado do Turismo enfatizou a importância de continuar a afirmar a região como um destino turístico de excelência, baseado na natureza, cultura e tradições. Segundo suas palavras, “o Alentejo tem tudo para continuar a afirmar-se como um destino turístico de excelência com base na natureza, na cultura, suas tradições no enoturismo são características únicas que o Alentejo e Alentejo possuem”.

Além disso, ressaltou que a sustentabilidade e autenticidade devem ser os pilares do desenvolvimento turístico do país e das regiões, e acredita que a região do Alentejo e Ribatejo está alinhada com essa estratégia, afirmando, “é isso que deve nortear o desenvolvimento turístico do nosso país e das nossas regiões crescer bem com sustentabilidade com autenticidade com o turismo responsável e é esse o desígnio que eu encontro na região do Alentejo e Ribatejo”.

Sobre a escassez de mão de obra no setor do turismo, mencionou várias ações em curso para combater este problema. Destacou a melhoria da legislação para facilitar a obtenção de vistos, o reforço dos consulados e o apoio às empresas na contratação estável, “nós temos estado a desenvolver várias atuações em diferentes dimensões por um lado no plano legislativo melhorando a legislação para podermos receber de forma mais ágil e para termos mais facilidade na obtenção de vistos nomeadamente no quadro da CPLP por outro lado o reforço dos consulados que têm vindo a ser feitos por outro lado também aquilo que é os instrumentos de política pública os incentivos que temos estado a dinamizar para apoiar as empresas na contratação mais estável”.

Para atrair talento para o setor do turismo, o governo lançou uma “agenda das profissões do turismo” com investimento na formação e melhoria das escolas de turismo, “lançámos uma agenda das profissões do turismo para melhorar as qualificações para quem trabalha na área do turismo para no fundo atrair talento para o setor do turismo, é uma agenda ambiciosa com um reforço do investimento na área da formação melhoria das nossas escolas”.

Também mencionou a importância do aumento dos salários dos trabalhadores do setor como forma de reter e atrair talento, “tem-se verificado um esforço do setor empresarial no sentido de aumentar esses salários esse esforço deve ser prosseguido porque só pagando melhor é que de facto também os trabalhadores ficam a trabalhar neste setor”.

Sobre as medidas para o desenvolvimento do interior, o Secretário de Estado anunciou algumas ações em curso e futuras, como apoio a projetos públicos de requalificação e o suporte à internacionalização das empresas do turismo, “temos uma linha que é o mais interior de turismo que prevê um apoio para projetos públicos por exemplo passadiços, praias fluviais ou requalificação de património até ao máximo de quatrocentos mil euros com setenta por cento de fundo perdido portanto isso está aberto está explicado e esse ja é um instrumento muito concreto que quem está no território seja municípios ou entidades de turismo ou outros agentes podem-se já candidatar. Abrimos também uma linha para apoio à micro e pequenas empresas para reforçarem a sua competitividade para melhorarem a sua oferta turística, e no futuro vamos lançar também algo para a internacionalização das empresas do turismo”.

Populares