26.5 C
Vila Viçosa
Quarta-feira, Julho 24, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

“Procuramos investimentos para o concelho, mas sempre com a preservação do ambiente em mente” diz Pres. da CM de Grândola (c/som)

CM Grândola

A zona do Alentejo Litoral, nomeadamente o concelho de Grândola, tem atraído nos últimos tempos investidores privados do setor do turismo para a esta zona do Alentejo.

Esta atração de investimento tem gerado algumas preocupações e queixas por parte de associações ambientalistas da região que querem preservar a natureza da zona da Comporta.

A Rádio Campanário falou com António Mendes, presidente da Câmara Municipal de Grândola a respeito destes investimentos privados que têm procurado o concelho para estabelecer os seus negócios e sobre o turismo em Grândola.

Em declarações à nossa redação, o autarca referiu que “nós o que temos feito em Grândola quanto a isso, é cumprir a lei. As instâncias judiciais já disseram que a Câmara não cometeu, até agora, nenhuma irregularidade ou ilegalidade relativamente aos empreendimentos que lá estão. Naturalmente que ninguém, melhor que nós, estamos preocupados com a preservação do ambiente, da paisagem, e de tudo aquilo que valoriza o turismo no concelho de Grândola. Essa questão para nós é importante, estamos preocupados, naturalmente, e estamos preocupados não apenas com a questão do ambiente, mas também da sustentabilidade, do ponto de vista ambiental, mas também económica, porque nós não queremos um excesso de ocupação turística, que depois tem outro reflexo negativo. Estamos a tomar medidas, a questão das camas neste momento está estabilizada, nós também não pretendemos ter muito mais camas que aquelas que já estão, não aprovadas mas, suscitadas em termos de investimento na Câmara, queremos ter aqui um equilíbrio do ponto de vista da sustentabilidade do território, o que estamos a pugnar, e na alteração que estamos a propor para o PDM, é valorizar o interior do concelho, procurando remeter ao interior do concelho, alguns investimentos, nomeadamente na área do turismo”.

Populares