39.8 C
Vila Viçosa
Terça-feira, Julho 23, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Protocolo entre Centro Luís da Silva e Segurança Social de Évora cria 15 novas vagas, ficando 6 afetas para a SS (c/som)

O Centro de Apoio a Deficientes Luís da Silva, da União das Misericórdias, localizado no concelho de Borba, tem prestado um serviço inestimável a todos aqueles que o procuram.

A Rádio Campanário falou com Aurelino Ramalho, provedor da instituição, que refere aos nossos microfones que “a lista de espera é algo que nunca deixámos de ter”.

O provedor deixa a garantia de que em 2020 “vamos aumentar a capacidade”, acrescentado que já “existe um acordo de cavalheiros com a segurança social para lhe dispensarmos 6 vagas”.

Aurelino Ramalho explica que “a capacidade do nosso edifício vai ser aumentada”, explicando depois que “fizemos uma reavaliação do projeto, foram-nos concedidas mais 10 vagas, o que nos concede capacidade para apoiar mais 14 ou 15 deficientes que estejam em necessidade”.

Questionado pela RC sobre eventuais obras de ampliação, o provedor explica que “o edifício será o mesmo, apenas iremos fazer uma adaptação (ao abrigo da lei que foi alterada)”, acrescentando que “acaba por ser apenas um reajustamento do espaço”.

“Dinheiro nenhum paga a dedicação que estas pessoas têm ao centro Luís da Silva e aos utentes”
Aurelino Ramalho 

Para Aurelino Ramalho, esta ampliação “vai permitir aumentar os postos de trabalho”, não deixando de referir que “temos alguma dificuldade em conseguir mão de obra”.

Relativamente ás equipas presentes no CLS, o provedor anuncia que “a partir do mês de dezembro todos os funcionários passam a receber o subsídio de alimentação (anteriormente era pago em géneros)”.  

O provedor declara que “esta medida foi muito bem recebida e fiquei muito sensibilizado pela maneira como as pessoas aceitaram”.

Populares