40.4 C
Vila Viçosa
Terça-feira, Julho 23, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Universidade de Évora cria Cátedra-LifeSpan uma iniciativa internacional pioneira em Portugal

A Universidade de Évora, o Hospital do Espírito Santo de Évora (HESE) e a Siemens Healthineers juntaram-se para criar a Cátedra-LifeSpan em sustentabilidade demográfica e saúde. O lançamento da Cátedra-LifeSpan decorre no próximo dia 02 de fevereiro de 2022, pelas 10h, no Auditório do Colégio do Espírito Santo, em Évora, com a presença de Ana Costa Freitas, Reitora da UÉ, Ivan França, Diretor-Geral da Siemens Healthineers Portugal e de Isabel Pita, Diretora Clínica do Hospital do Espírito Santo de Évora (HESE). A marcar o arranque da Cátedra-LifeSpan, será também apresentada a edição portuguesa do programa de certificação internacional, Innovation Think Tank – Aging Challenges.

Coordenada por Lino Patrício, Médico, Cardiologista de intervenção, Diretor do Departamento de Doenças Cérebro-cardiovasculares do HESE e Investigador Principal Convidado da Universidade de Évora, a Cátedra LifeSpan visa contribuir para o avanço do conhecimento científico, da inovação e da formação multidisciplinar associadas às áreas do envelhecimento e expansão de vida. A reflexão sobre novos conceitos de saúde, socioeconómicos e até artísticos, para o século XXI, em que a população idosa será prevalente nas sociedades do futuro constitui-se como objetivo para os investigadores envolvidos nesta estrutura de investigação e de formação, estando prevista ainda a abertura de programas de Doutoramentos e Mestrados em áreas de interceção entre a medicina, a saúde, o envelhecimento, a demografia, a economia, o direito e a ética.

Para marcar o arranque da Cátedra-LifeSpan, será apresentado por Carlos Parente, Responsável pelas Parcerias Científicas da Siemens Healthineers Portugal, o Innovation Think Thank (ITT) – Aging Challenges, um programa de certificação internacional de inovação da Siemens Healthineers em parceria com a UÉ e o HESE, que promove a reflexão e a procura de soluções para diferentes desafios do setor  da saúde, através de uma metodologia colaborativa e multidisciplinar de estímulo ao pensamento crítico e inovador. Esta edição portuguesa do ITT está agendada de 28 de março a 7 de abril, em formato online e presencial, a partir de Évora. Com as candidaturas a serem abertas no dia 02.02.2022, esta iniciativa é dirigida sobretudo a investigadores, estudantes, membros do corpo docente universitário, consultores, profissionais da área da saúde e comunidade em geral, contando com um painel de experts nacionais e internacionais.

Recorde-se que o Alentejo é a região mais envelhecida de Portugal, com 25,6% da população a ter mais de 65 anos. No âmbito deste programa, Ivan França, Diretor-Geral da Siemens Healthineers em Portugal, afirmou que “enquanto empresa, pretendemos fomentar a inovação e a investigação e trazer o ADN de inovação da Siemens Healthineers para Portugal, começando em Évora. A implementação do Innovation Think Tank é uma iniciativa internacional, cientificamente validada, que nos permite agir localmente e pensar globalmente”.

Ao longo deste programa, os participantes terão a oportunidade de adquirir abordagens de co-implementação, trabalhando nos desafios mais significativos dos sistemas de saúde e da região. Lino Patrício, acredita que o Innovation Think Tank “vai promover um ecossistema centrado na inovação nos cuidados de saúde, que permitirá aos estudantes, investigadores, profissionais de saúde e até mesmo idosos envolverem-se em projetos interdisciplinares que terão impacto no futuro da nossa região e a nível global”.

Esta iniciativa funcionará em formato híbrido, isto é, decorrerá presencialmente na Universidade de Évora, mas com opção de participar via videochamada. A Reitora da Universidade, Ana Costa Freitas, salienta ainda que “esta iniciativa é de importância extrema para a nossa região e para os nossos estudantes. Aliar o know-how da Siemens Healthineers, com o nosso lado académico e ainda com o lado clínico – através do Hospital de Évora – resulta numa combinação perfeita que será benéfica para todos os participantes. Nós, Universidade de Évora e os nossos estudantes e investigadores, estamos bastante entusiasmados”.

Fonte: Universidade de Évora 

Populares